segunda-feira, 29 de junho de 2015

ELEIÇÕES DIRETAS PARA ESCOLHA DO DIRETOR DA ESCOLA DO PARLAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO PRETO


A Câmara Municipal dá o exemplo da importância das eleições diretas para diretores nas escolas do município.
A Escola do Parlamento da Câmara Municipal de Ribeirão Preto criada pelo Projeto de Resolução do vereador Beto Cangussu, escolheu dia 26 de junho de 2015, o seu novo diretor acadêmico por eleições diretas. A escolha foi feita pelos funcionários da Câmara Municipal através do voto.
O novo diretor acadêmico, eleito pelo voto direto é o Sr. Antônio Luiz Coelho Pina, bacharel em Ciências Contábeis e Economia.
O vereador Beto Cangussu é autor também do Projeto de Lei que dispõe sobre a escolha mediante Eleição Diretas de Diretores e Vice Diretores das Escolas da Rede Municipal da Educação de Ribeirão Preto. A lei de Diretrizes e Bases da Educação – LBDBN 9394/96, afirma em seu artigo 3º, a obrigatoriedade da gestão democrática no ambiente escolar, quando relata que o ensino será ministrado com base em vários princípios e dentre eles destaca a gestão democrática no ensino publico. O Plano Nacional da Educação, também aponta a Gestão Democrática como um princípio a ser atingido pelas escolas do Brasil inteiro.
O vereador acredita que o processo eleitoral dentro das escolas estimula toda a comunidade. Pais, alunos e funcionários podem e devem manter uma relação mais dinâmica e participativa na unidade educacional, melhorando o desempenho acadêmica dos alunos.

Uma democracia participativa nas unidades escolares é uma de minhas bandeiras, o aluno deve deixar de ser um agente passivo e participar nas decisões de sua comunidade, os pais devem-se responsabilizar pela qualidade da educação na formação de seus filhos, assim como, os diretores devem agir com transparência prestando contas à comunidade”, orienta Beto Cangussu.

VOLTAR A PÁGINA INICIAL

PLENÁRIA DO MANDATO

Tendo a Transparência como base do Mandato, O vereador Beto Cangussu convida todos para a Plenária do Mandato a ser realizada dia 04 de julho de 2015, às 14 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, onde serão apresentados os trabalhos do mandato e colhidas opiniões e sugestões, para que o trabalho do vereador possa caminhar junto com as questões prioritárias da comunidade e perto da realidade da população.



EQUÍVOCO PERIGOSO

 Dom Demétrio Valentini

       
A redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos, pode se constituir em equívoco, com sérias conseqüências. O que resta a fazer, é alertar a sociedade, advertindo-a das conseqüências negativas que esta decisão pode acarretar.

A grande maioria da população está a favor desta redução, achando que ela é necessária para coibir a violência, muitas vezes praticada por adolescentes. Aí identificamos o primeiro equívoco. Pois na verdade, os adolescentes são muito mais vítimas da violência, do que causadores da violência.

Achar que o problema se resolve aumentando o rigor da lei, é uma ilusão que precisa ser advertida. Além do mais, limitar a ação contra os menores infratores, sem apontar tantos outros fatores do aumento da violência na sociedade e nas famílias, é uma hipocrisia que precisa ser desmascarada.

Outro equívoco está no desconhecimento das severas medidas sócio educativas que o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente -  já prevê em seus dispositivos. Estas medidas, já propostas pelo ECA, necessitam de um esforço coletivo da sociedade, para serem executadas com o claro objetivo de proporcionar a correção dos infratores, para que possam ser reinseridos na sociedade.

Nestes dias escutei o depoimento de um pai, que me impressionou. Conversando sobre a diminuição da idade penal, ele disse prontamente: “Já entendi! O que eles querem é faturar nossas filhas mais cedo”.

Perguntei por que ele afirmava isto. Ele não teve receio de falar claramente: “com esta nova lei, se alguém explora uma menina de 16 anos já não precisa temer  a cadeia por violentar uma adolescente. Pois a nova lei supõe que uma menina de 16 anos já é adulta, e deve saber o que faz!”.

Outra alegação é que os adolescentes de 16 a 18 anos já não podem ser usados pelos traficantes de drogas, que antes recebiam a cobertura legal, e não podiam ser presos por causa da idade.

Acontece que os traficantes passarão a instrumentalizar adolescentes mais jovens, que ainda contam com a cobertura da lei. De tal modo que daqui a pouco, a maioridade penal vai incluir os adolescentes de 14 e 15 anos. De modo que os autores desta mudança legal podem guardar o esquema da nova lei, para dentro de pouco tempo usá-lo para baixar a idade penal para 14 anos. Qual seria, então, a proposta certa?

Esta pergunta é fácil de fazer, mas a resposta é complicada. Em todo o caso, é bom desmascarar logo a hipocrisia que se esconde atrás desta insistência em diminuir a maioridade penal de 18 para 16 anos.

Pretende-se responsabilizar as crianças e adolescentes, enquanto se teima em tolerar na sociedade aquilo que produz a violência, como as injustas desigualdades, a dissolução das famílias, a propagação da droga, o mau exemplo dos adultos em seu comportamento pessoal. O aumento da violência não é causado pelos adolescentes. Eles são mais vítimas do que causadores da violência.

Para combater a violência o leque de providências é muito mais amplo do que simplesmente aumentar o rigor da lei. Quando uma criança, em casa, se revolta, não adianta só aumentar o castigo. Pois pode bem ser que ela age assim porque não recebeu o amor que merecia. A solução mais autêntica é aumentar o amor, não o rigor!



Minha fé é política porque ela não suporta separação entre o corpo de Jesus e o corpo de um irmão.
Minha fé é política porque crê que a economia pode mudar um dia e ser toda solidária.
Minha fé é política porque acredito na juventude, na sua força e inquietude, no seu poder de diferença
e na força da velhice que com sua sabedoria e experiência ainda tem muito a colaborar, para um país justo, igualitário sem tantas injustiças sociais.. 

Pastoral Fé e Política
Arquidiocese de São Paulo
A partir de Jesus Cristo em busca do bem comum

NOVOS CARGOS DE PEB I

O vereador Beto Cangussu encaminhou um requerimento à Secretaria de Governo solicitando informações sobre a demanda da Secretaria da Educação em relação a criação de cargos de professores.
O vereador indagou se o pleito da Secretaria da Educação para a criação de 63 novos cargos de PEB I será atendido? Se sim, quando? Se não, qual justificativa?
Leia o requerimento

sexta-feira, 26 de junho de 2015

OPORTUNIDADE DE EMPREGOS NA REDE


O mandato do vereador Beto Cangussu criou o grupo EMPREGOS NA REDE com a intenção de informar sobre os concursos públicos e ofertas de empregos. Informar também, cursos preparatórios de diversas áreas, para você reciclar seus conhecimentos e ficar atualizado para o mercado de trabalho.
Entre no grupo CLICK AQUI.


ALMOÇO BENEFICENTE ADEVIRP


REFORMA DO CAMPO DE FUTEBOL DO AVELINO PALMA COMEÇA GRAÇAS AOS RECURSOS OBTIDOS PELO TRABALHO DO VEREADOR BETO CANGUSSU


O vereador Beto Cangussu acompanhado da Secretária de Governo Isabel de Farias, da Secretária da Infraestrutura Ana Delgado e o representante da Coordenadora de Limpeza Pública fiscalizou as obras de reforma da área de Lazer do Avelino Palma.
As obras estão sendo realizadas graças ao trabalho do vereador Beto Cangussu, que conseguiu recurso na ordem de R$ 250,000,00, por meio de uma verba parlamentar de deputado Paulo Teixeira (PT-SP).
Essa era uma preocupação antiga do vereador, que por diversos anos seguidos tem apresentado emendas a LDO e ao Orçamento Municipal prevendo verbas para as obras.
Pelo projeto serão reformados o campo, novos alambrados e reforma do vestiário.
O vereador Beto Cangussu solicitou aos representantes do poder público, que o acompanharam na visita,  a limpeza da área, reparos nos passeios dos pedestres, reparos na quadra de esporte, reparo nos quiosque e cercamento da área para maior segurança dos frequentadores.
 A secretara Isabel de Farias prontificou-se atender às solicitações e pediu a ajuda aos munícipes para a conservação da área depois de reformada.

Leia mais CLICK AQUI

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


quinta-feira, 25 de junho de 2015

CHAMAMENTO DE PROFESSORES PEB I - PEB II - PEB III

O vereador Beto Cangussu requereu novamente informações sobre o chamamento de concursados para a Rede Municipal da Educação.
Solicitou informações sobre os concursos em andamento:
Quantos concursados PEB I já foram chamados?
Há previsão de novos chamamentos de PEB I antes do término de sua vigência? Se sim, qual a previsão de quantitativo e tempo?
Quantos Concursados PEB II já foram chamados? Informar por disciplina.
Há previsão de novos chamamentos de PEB II antes do término de sua vigência? Se sim, qual a previsão de quantitativo e tempo?
Quantos Concursados PEB III já foram chamados? Informar por disciplina.
Há previsão de novos chamamentos de PEB III antes do término de sua vigência? Se sim, qual a previsão de quantitativo e tempo? Informar por disciplina.
Leia o requerimento 

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE RIBEIRÃO PRETO

Leia o Plano Municipal de Educação de Ribeirão Preto CLICK AQUI

quarta-feira, 24 de junho de 2015

VISITA AO BOSQUE FÁBIO BARRETO




Em visita não agendada ao Bosque Fábio Barreto, o vereador Beto Cangussu buscou analisar “in loco” as condições sanitárias e alimentares dos animais que estão abrigados no local.
Na visita, Beto pode constatar que os animais estão bem tratados, a alimentação é balanceada e nutritiva, com uma grande quantidade e variedade de alimentos (veja fotos) administrados com o respaldo de técnicos.
Quanto aos felinos, podemos observar que encontram-se bem alimentados e aparentemente com a saúde em perfeito estado, portanto denúncias de maus tratos e insuficiência alimentar não tem fundamento.

O vereador agradece a atenção do Alexandre e sua equipe, que o acolheu e o acompanhou as dependências do bosque: a parte de estoque e preparo de alimentos, os recintos dos felinos, o setor de enfermaria (local para tratamento e adaptação dos animais com ferimentos e fraturas, encaminhados pela Polícia Florestal) e a instalação aonde irá funcionar o futuro Hospital Veterinário do Bosque.

Veja as fotos

CAMPEONATO INTERNO DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO


TERCEIRIZAÇÃO DA DIVIDA ATIVA




quinta-feira, 18 de junho de 2015

FUNCIONÁRIOS DA COHAB E O CABIDE DE EMPREGO


Recentemente a Cohab (Companhia do Desenvolvimento Habitacional de Ribeirão Preto) demitiu 19 funcionários concursados e 03 comissionados.
As demissões faziam parte da medida da Prefeitura para economizar 10 milhões por mês, apesar da Prefeitura pretender cortar 50 dos 231 funcionários sem vínculo, somente 03 cargos de confiança foram cortados. Porém os 03 comissionados cortados tinham salários que não ultrapassavam R$ 3 mil, já os 19 de carreira, também exonerados, tinham salários a partir de R$ 1.600, eram pessoas de conhecimento técnico e sem indicação política.
De acordo com a administração, a escolha dos funcionários que foram demitidos foi feita pelo presidente da Cohab, Sílvio Martins e dezenove deles recorreram à justiça e foram readimitidos.
Se as demissões ocorreram sob o argumento de corte de gastos, tinham que começar com os comissionados, funções gratificadas e horas extras, como diz a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas a Cohab manteve em seus quadros funcionários comissionados, por meio de indicação política.
O vereador Beto Cangussu, exercendo sua função de fiscalizar, requereu a Cohab a lista de todos os funcionários, com nome completo, salário, tipo de contratação (concursado, comissionado/livre, nomeado ou terceirizado), cargo, função, renumeração total e carga horária de trabalho, para que toda a população tome ciência do que acontece na Cohab (veja o requerimento abaixo e a planilha dos funcionários contratados pela Cohab, com os respectivos cargos e salários).
Baixe a Planilha no Dropbox para ler
CLICK AQUI
Leia o Requerimento

quarta-feira, 17 de junho de 2015

PALESTRA DICAS PARA CONSEGUIR UM EMPREGO


O vereador Beto Cangussu organizou a palestra "Dicas para conseguir um emprego", dia 17 de junho de 2015, no salão Nobre da Câmara Municipal de Ribeirão Preto.
A Palestra foi apresentada por Kelly D Lino, aluna de Gestão em Recursos Humanos, na Faculdade Anhanguera  e Estagiária no gabinete do vereador Beto Cangussu, com cursos Complementares em: Fundamentos no Gerenciamento de Projetos, Gerenciamento de Pessoas em Projetos e Gerenciamento de Conflitos nas Organizações. 
A palestra abordou a busca do crescimento e aperfeiçoamento profissional, pessoal e coletivo, com a participação de vários convidados.

Veja mais fotos no FACEBOOK

terça-feira, 16 de junho de 2015

VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS NOS TROTES DAS UNIVERSIDADES


O vereador Beto Cangussu, presidente da Comissão Permanente dos Direitos Humanos e Cidadania da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, preocupado com os trotes acadêmicos em nossas faculdades e universidades, publica na íntegra o Parecer Final da Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI, constituída na Assembleia Legislativa de São Paulo, para investigar as violações dos direitos humanos e demais ilegalidades ocorridas no âmbito da Universidade do Estado de São Paulo nos chamados trotes, festas e no cotidiano acadêmico. Leia o relatório final no link: http://www.al.sp.gov.br/repositorio/arquivoWeb/com/com3092.pdf
A festa de recepção dos calouros, que deveria ser realmente uma festa, não raro transforma-se em verdadeiras tragédias, aonde os calouros são vítimas de maus tratos, preconceitos e agressões morais e físicas.
O vereador Beto Cangussu informa que a Câmara Municipal possui uma Comissão Permanente de Direitos Humanos e Cidadania, cuja função é a defesa dos direitos humanos na cidade, podendo receber denúncias de violação dos Direitos Humanos, por qualquer cidadão que se sentir atingido em sua honra e dignidade.


segunda-feira, 15 de junho de 2015

BOLETIM FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO

Ano 3 - nº 176 - 12 de junho de 2015
OIT: Dia Mundial contra o Trabalho Infantil
No dia de hoje, 12 de junho, Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, estudos da Organização Internacional do Trabalho (OIT) mostram a dimensão do problema do trabalho infantil no mundo. Segundo a OIT, de 20 a 30% das crianças em países de baixa renda saem da escola e entram no mercado de trabalho até os 15 anos de idade. Também, segundo a instituição, existem 168 milhões de crianças envolvidas em situações de trabalho infantil no mundo, sendo que 120 milhões delas têm entre cinco e 14 anos de idade.
Estudo da OIT em doze países (incluído o Brasil) também aponta a correlação entre trabalho na infância e a probabilidade de, na idade adulta, ter trabalhos precários, sejam eles não remunerados (no lar, por exemplo) ou com baixos salários. Além disso, o estudo mostra que grande porcentagem dos jovens de 15 a 17 anos (cerca de 47,5 milhões de jovens) realiza trabalhos considerados de risco: em vários países, os trabalhos de risco são, na verdade, maioria nessa faixa etária.

No Brasil, a maior concentração de trabalhos de risco para jovens de 15 a 17 anos está na agricultura, segundo o estudo. Ainda para o Brasil, estudos mostram que, em 2013, ainda existiam 3,5 milhões de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil.
Os dados mostram que permanece a tarefa de avançar de forma sustentável rumo à erradicação definitiva do trabalho infantil no Brasil e no mundo. Assim, a OIT advoga pela importância da educação gratuita e de qualidade, políticas públicas de combate ao trabalho infantil, bem como defende a inclusão de uma meta nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável a serem lançados esse ano relativa ao seu combate.
Para ler mais:
Em Dia Mundial, OIT lembra que existem 168 milhões de crianças envolvidas em trabalho infantil
leia mais
NÃO ao trabalho infantil – SIM à educação de qualidade (OIT)
leia mais
NÃO ao trabalho infantil – SIM à educação de qualidade (FNPETI)
leia mais
Informações sobre o trabalho infantil
leia mais
New ILO study points to the long-term impact of child labour
leia mais

Child labour and education: progress, challenges and future directions
leia mais
 
* As opiniões aqui expressas são de inteira responsabilidade da sua autora, não representando a visão da FPA ou de seus dirigentes.
 
 
 

POSSE DOS NOVOS CONSELHEIROS DO CONSELHO MUNICIPAL SOBRE ÁLCOOL E DROGAS - COMAD


5º CONGRESSO NACIONAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES



No 5º Congresso nacional do PT, nesta sábado (13), em Salvador (BA), foi aprovada a resolução do Partido intitulado como a "Carta de Salvador".

Leia o documento aprovado click  CARTA DE SALVADOR

LEI DAS QUEIMADAS


sexta-feira, 12 de junho de 2015

FUNCIONAMENTO DOS NÚCLEOS DE ATENDIMENTO NOS BAIRROS DA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL


O vereador Beto Cangussu requereu novamente informações à Secretaria de Assistência Social sobre o funcionamento dos núcleos de atendimento nos bairros, pois as respostas dadas ao requerimento anterior foram incompletas
Leia os Requerimentos encaminhados à Secretaria de Assistência Social

JORNAL DIGITAL - 12 DE JUNHO DE 2015


 Remetido semanalmente por e mail, com notícias da atuação do vereador, seguindo a linha de transparência que pauta o mandato.     
 Se você quiser receber o Jornal preencha o formulário ao lado.

APROVADO PROJETO DE LEI QUE CRIA A PLATAFORMA VIRTUAL PARA ACOMPANHAMENTO DAS OBRAS DA PREFEITURA


O Projeto de Lei do vereador Beto Cangussu que cria a Plataforma Virtual para acompanhamento das obras da Prefeitura Municipal, foi aprovado na sessão da Câmara Municipal dia 11 de junho de 2015.

Leia o Projeto de Lei click  AQUI

JORNAL TRIBUNA - PL CRIANDO A PLATAFORMA VIRTUAL PARA ACOMPANHAMENTO DE OBRAS DA PREFEITURA



REFORMA DO CAMPO DE FUTEBOL DO AVELINO PALMA COMEÇA GRAÇAS AOS RECURSOS OBTIDOS PELO TRABALHO DO VEREADOR BETO CANGUSSU



Felizmente, depois de 2 anos de espera, começou a reforma do campo de futebol da área de lazer do Bairro Avelino Palma.
As obras estão sendo realizadas graças ao trabalho do vereador Beto Cangussu, que conseguiu recurso na ordem de R$ 250,000,00, por meio de uma verba parlamentar de deputado Paulo Teixeira (PT-SP).
Essa era uma preocupação antiga do vereador, que por diversos anos seguidos tem apresentado emendas a LDO e ao Orçamento Municipal prevendo verbas para as obras.
Pelo projeto serão reformados o campo, novos alambrados e reforma do vestiário. (ver planilha abaixo).
O vereador Beto Cangussu espera que além dos recursos obtidos por meio de emenda parlamentar, a Prefeitura destine outros recursos do orçamento municipal, para completar a reforma e manutenção de toda a área de lazer, que necessita de iluminação, pois, a área encontra-se na escuridão desde 2004, reparos nos passeios dos pedestres, reparos na quadra de esporte, nos quiosques, cercamento da área para maior segurança dos frequentadores.

Leia as Emendas apresentadas pelo vereador Beto Cangussu para as obras:
EMENDAS A LDO 2014
EMENDAS A LOA 2014
EMENDAS A LDO 2015
EMENDAS A LOA 2015
EMENDAS A LDO 2016

Veja a Planilha das obras 

quinta-feira, 11 de junho de 2015

PALESTRA: DICAS PARA CONSEGUIR UM EMPREGO


CONSERTO DE VALETA NO ALTO DO IPIRANGA


O vereador Beto Cangussu preocupado com a segurança dos motoristas  e com as rachaduras provocadas nas residências  na  rua Tapajós esquina com a rua Campos Novos, no bairro Alto do Ipiranga, solicitou a Secretaria da Infraestrutura o conserto da valeta de água que estava muito funda e danificada. O serviço já foi realizado pela Infraestrutura (veja as fotos).

Leia a Indicação encaminhada pelo vereador

BOLETIM DE CONJUNTURA PERSEU ABRAMO


Ano 3 - nº 282 - 02 de junho de 2015
 
ECONOMIA NACIONAL
Produção industrial registra nova queda em abril, reforçando recessão: A produção industrial brasileira apresentou novo recuo no mês de abril, registrando queda de 1,2% na comparação com o mês anterior, a terceira baixa consecutiva no ano. Com esse resultado, a indústria brasileira registra queda de 6,3% no ano e 4,8% no acumulado de 12 meses, chegando a 7,6% na comparação com abril/2014. Todas as categorias de produtos industriais apresentam retração na comparação mensal, com destaque para o setor de bens de capital, que apresentou queda de 5,1%, acumulando retração de 19,7% no ano e 14,5% no acumulado de 12 meses. Outra queda relevante está na categoria de bens duráveis, que apresentou retração de 1,8% na comparação mensal, porém já acumula queda de 16% no ano e 14% no acumulado de 12 meses. A queda é generalizada, apesar de afetar menos os setores de bens intermediários, que recuou 0,2% no mês e 3% no acumulado de 12 meses, situação similar aos bens identificados na categoria de semi e não duráveis, com queda de 2,2% na comparação mensal e 2,6% no acumulado de 12 meses.
Comentário: A retração contínua e generalizada da produção industrial simboliza o momento atual de aprofundamento da recessão observado na economia brasileira. Como de costume, esta retração é liderada pelo setor de bens de capital, responsável por produzir máquinas e equipamentos para a indústria. Nos momentos de retração econômica e queda do investimento, este setor é o primeiro a apontar para baixo, se recuperando apenas quando os investimentos voltam a crescer. No caso do setor de duráveis, os impactos negativos da crise de alguns parceiros comerciais, somada à queda da demanda das famílias (através do aumento do desemprego, encarecimento e restrição do acesso ao crédito e queda na renda), afetou profundamente o setor automobilístico, que possui peso relevante nesta categoria. Estes impactos negativos podem ser observados também em outras categorias, como o setor de bens intermediários, onde o pouco que restou dele se retrai puxado pela queda na produção de partes e peças ligadas a indústria automobilística. O quadro geral da indústria para o restante do ano é bastante negativo, tendo em vista que não parece haver fatores de recuperação de nenhuma das fontes de demanda, seja o consumo das famílias, do governo ou os investimentos. A última esperança para contrapor-se à tendência de queda neste ano encontra-se no setor externo (que, no caso brasileiro, está muito ligado à produção de commodities) e nos investimentos em infraestrutura, que apesar de dificilmente se iniciarem com força em 2015, podem ter impactos positivos em 2016.
 
AGENDA DO DIA
EVENTO HORÁRIO ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO
IPC-Fipe/Brasil 5h Fipe
Produção industrial/Brasil 9h IBGE
PMI composto/China 22h45 HSBC
* As opiniões aqui expressas são de inteira responsabilidade de seu autor, não representando a visão da FPA ou de seus dirigentes.
 
 
 

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL


Marcada para agosto a X Conferência Municipal de Assistência Social
O objetivo do evento, que deve reunir vários profissionais do setor, é a estruturação de diretrizes para os próximos dez anos
Um decreto do Executivo convoca para a X Conferência Municipal de Assistência Social, marcada para o dia 6 de agosto deste ano, no Centro Universitário Barão de Mauá, na Praça Ramos de Azevedo nº 423, no Jardim Paulista.
Essa Conferência terá como tema central “Consolidar o SUAS de vez rumo a 2026 e adota o lema “Pacto Republicano no SUAS rumo a 2026: o SUAS que temos e o SUAS que queremos”.
O objetivo do evento, que deve reunir vários profissionais do setor, é a estruturação de diretrizes para os próximos dez anos como estratégia da gestão pública da assistência social para que a política possa assegurar convergência entre demandas da população e ofertas disponíveis.
Para a prefeita Dárcy Vera, o evento vai proporcionar debates e deliberações para o plano decenal 2016/2026.“Será uma importante discussão para o fortalecimento da participação e do controle social para a gestão democrática”, enfatizou.
Fonte: site Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto

Programa Ponto de Encontro (10/06/15) - Vereador Beto Cangussu

PROGRAMA VISITA DA HORA

O vereador Beto Cangussu participou na Web Rádio Difusão, do Programa VISITA DA HORA, dia 10 de junho de 2015, apresentado por Luis Lourenço.

terça-feira, 9 de junho de 2015

PROFESSOR FIDÉLIS


Laurivaldo Fidélis – Professor Fidélis, foi professor de matemática em diversas escolas particulares de nossa cidade.
Militante atuante na luta por uma sociedade mais justa e humanitária, foi candidato a Vereador em nosso município, contribuindo para um debate politico de alta qualidade.
Casado com Emilia Fidélis, pai de dois filhos, Raul e Lucíola, tendo nascido em 10 de julho de 1943.
Leia o Projeto de Lei

ZUMBI DOS PALMARES

O Projeto de Resolução apresentdo pelo vereador Beto Cangussu instituindo a Sessão Solene dia 19 de novembro de 2015, para a entrega do Título ZUMBI DOS PALMARES, homenageando as pessoas que se destacaram na luta pelo direitos dos negros. Foi promulgado no Diário Oficial dia 08 de junho de 2015.
O título Zumbi dos Palmares é uma honraria instituída pelo Resolução nº 25 de 23 de novembro de 2001, apresentada pelo vereador Beto Cangussu.

Leia a publicação no Diário Oficial 

JORNAL DIGITAL 08 DE JUNHO DE 2015


Para receber semanalmente o jornal digital do vereador Beto Cangussu mande seu e-mail para betocangussu@camararibeiraopreto.sp.gov.br ou preencha o formulário ao lado.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

CONVITE


CONVITE AUDIÊNCIA PÚBLICA - PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO



 Convite para Audiência Pública da maior importância para o Plano Municipal de Educação: gestão democrática e financiamento da educação.

Gestão Democrática e Financiamento

O tema Gestão Democrática foi muito polêmico na última audiência,  que foi suspensa e transferida para dia 10/6. 

O tema Financiamento,  por sua vez,  ainda não foi  discutido , mas mobiliza diferentes segmentos da sociedade, sobretudo em  torno da transferência de recursos públicos. Esta será a primeira ( e única!) audiência sobre financiamento,sob a coordenação de José Marcelino.




TRANSPARÊNCIA NOS SORTEIOS DAS CASAS DA COHAB


LEI DO VEREADOR BETO CANGUSSU GARANTE A TRANSPARÊNCIA NOS SORTEIOS DAS CASAS DA COHAB

A Lei do vereador Beto Cangussu garantindo a transparência nos sorteios da Companhia Habitacional de Ribeirão Preto - COHAB, foi aprovada na sessão do dia 02 de junho de 2015.
A Lei obriga a participação do Conselho Municipal de Moradia Popular na seleção e auditoria dos nomes que participarão dos sorteios de casas pela Cohab.
O vereador Beto Cangussu exige que a Companhia Habitacional disponibilize na internet e no Diário Oficial a lista completa com os nomes dos que participarão dos sorteios.
Segundo o vereador a necessidade da lei surgiu de resposta da própria Cohab ao ofício encaminhado pelo gabinete do vereador, que “não há previsão legal para que o conselho faça a auditoria dos nomes”.
A lei busca fazer com que o processo seja transparente, visto que o direito a moradia constitui um direito fundamental previsto na Declaração Universal dos Direitos Humanos: todos tem o direito a um padrão de vida adequado para a saúde e bem-estar de todas às famílias, incluindo a moradia, priorizada aos cidadãos de baixa renda.
Leia o Projeto de Lei 

BOLETIM DE POLÍTICA SOCIAL - PERSEU ABRAMO

Ano 3 - nº 174 - 08 de junho de 2015
Mapa do encarceramento: estudo mostra perfil da população prisional no Brasil
Segundo dados do Mapa do Encarceramento - Os Jovens do Brasil, publicação da Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), a população carcerária do Brasil aumentou 74% entre 2005 e 2012 (de mais de 296 mil pessoas para 515 mil pessoas), impulsionada principalmente pela prisão de mulheres, negros e jovens:
- Mulheres: o número de homens presos é maior que o de mulheres, mas o crescimento da população carcerária feminina foi de 146%, e o da masculina, 70%, o que acarretou uma diminuição das diferenças entre sexo no período analisado: em 2005, para cada mulher no sistema prisional brasileiro existiam 21,97 homens, mas em 2012, esta proporção diminuiu para 15,19.
- Negros: em 2012, 60,8% da população prisional era negra. Nesse mesmo ano, para cada grupo de 100 mil habitantes brancos acima de 18 anos havia 191 brancos encarcerados, enquanto para cada grupo de 100 mil habitantes negros acima de 18 anos havia 292 negros encarcerados, ou seja, proporcionalmente o encarceramento de negros foi 1,5 vez maior do que o de brancos neste ano.
- Jovens: o gráfico abaixo mostra a evolução da população prisional por faixa etária no Brasil.




Segundo a publicação, a categoria de presos que mais cresceu está relacionada a drogas e entorpecentes, representando 25% do total. Ainda, o crescimento do encarceramento ocorreu com maior velocidade nos estados do Nordeste do país, mas o Sudeste tem as taxas de encarceramento mais elevadas. Seis estados do país mais que dobraram sua população prisional no período, com destaque para Minas Gerais, em que esta cresceu quase sete vezes.
Para 2012, os dados mostram que para cada vaga em presídios havia 1,7 pessoa efetivamente presa no país, evidenciando a superlotação do sistema prisional. Também, 61% dos presos são efetivamente condenados e 38% presos provisórios. O estudo mostra também que, em um sistema prisional superlotado, 18,7% dos presos não precisariam estar encarcerados e poderiam estar cumprindo penas alternativas.\
Segundo o estudo, o perfil da população que está nas prisões do país é de homens, abaixo de 29 anos, negros, com ensino fundamental incompleto, acusados de crimes patrimoniais. O estudo ainda mostra que o perfil das vítimas de homicídios e da população nos presídios brasileiros é bem semelhante, com altas porcentagens de jovens negros em ambos os grupos.
Para ler mais:
População carcerária no Brasil aumenta 74% em sete anos
leia mais
Mapa do encarceramento: os jovens do Brasil
leia mais
Boletim de Política Social 164 - Mapa da Violência 2015: análise sobre as mortes por arma de fogo
leia mais
Boletim de Política Social 149 - Redução da maioridade penal: jovens como vítimas da violência
leia mais
Boletim Diário de Política Social 64- Desigualdades raciais no Brasil: análise sobre mercado de trabalho
leia mais
 
* As opiniões aqui expressas são de inteira responsabilidade da sua autora, não representando a visão da FPA ou de seus dirigentes.